sexta-feira, abril 29, 2005

Parcela agrícola do lugar do Arieiro-Santa Eulália-Arouca repleta de infestantes "rosa dos campos ". Os lavradores detestam estas flores, pois dão-lhe muitos prejuizos no cultivo dos campos. Posted by Hello

TUDO É CORRIDO A TIRO

O Governador do Estado da Florida Jeb Bush é o irmão mais novo do “ Dono do Mundo”.

Quem sai aos seus, não degenera.

Vem isto a propósito de Jeb Bush ter assinado uma lei, que entrará em vigor a 1 de Outubro próximo, em que os cidadãos da Florida , quando se sentirem “ameaçados”, estão autorizados a utilizar a força até à morte, se entenderem que as suas vidas podem estar a correr perigo num local público.

No Estado da Florida foi também aprovado recentemente um diploma que permite aos cidadãos disparar e matar quem invadir as propriedades ou os carros.

A poderosa Associação Nacional da Espingarda aplaudiu entusiasticamente e com ambas as mãos estes “diplomas musculados”, que vão impulsionar, de forma exponencial, a venda de armas.

É a coboiada no seu melhor.

TUDO É CORRIDO A TIRO

O Governador do Estado da Florida Jeb Bush é o irmão mais novo do “ Dono do Mundo”.

Quem sai aos seus, não degenera.

Vem isto a propósito de Jeb Bush ter assinado uma lei, que entrará em vigor a 1 de Outubro próximo, em que os cidadãos da Florida , quando se sentirem “ameaçados”, estão autorizados a utilizar a força até à morte, se entenderem que as suas vidas podem estar a correr perigo num local público.

No Estado da Florida foi também aprovado recentemente um diploma que permite aos cidadãos disparar e matar quem invadir as propriedades ou os carros.

A poderosa Associação Nacional da Espingarda aplaudiu entusiasticamente e com ambas as mãos estes “diplomas musculados”, que vão impulsionar, de forma exponencial, a venda de armas.

É a coboiada no seu melhor.

quinta-feira, abril 28, 2005

Bonita Farmácia em Zafra na Extremadura Espanhola Posted by Hello

COMO É POSSÍVEL?

Em Janeiro de 2001 foi baleado a sangue frio na cabeça o inspector da PJ João Melo, quando tentava capturar um gangue de assaltantes de carrinhas de valores.

Em Janeiro de 2002 foi deduzida a acusação e em Agosto do mesmo ano o Juiz do Tribunal de Instrução Criminal do Porto decidiu mandar para julgamento o caso referente aos assaltos praticados.

Quanto ao homicídio do inspector da PJ, o Juiz ordenou que um Procurador refizesse a acusação, para se saber se tinha havido ou não, da parte dos elementos do gangue, intenção de matar.

Em 2003 os casos referente aos assaltos foram julgados e os arguidos condenados. No entanto, os arguidos recorreram para a Relação e depois para o Supremo Tribunal, não tendo ainda havido trânsito em julgado da decisão.

No caso do homicídio, apesar dos inspectores da PJ terem insistido com pedidos de aceleração processual, os arguidos continuaram sem serem notificados.

O Procurador do Ministério Público, em tentativa desesperada de evitar a libertação dos arguidos, emitiu mandatos de detenção.

A Juíza do TIC do Porto, em virtude de terem sido ultrapassados os prazos processuais, mandou libertar os arguidos. Considerou, também, que os mandatos de detenção emitidos, na véspera, pelo Procurador “ ERAM ILEGAIS “

Agora a Procuradoria-geral da Republica e o Conselho Superior da Magistratura mandaram abrir inquéritos para apurar responsabilidades.

Enquanto os familiares e amigos choram a perda do inspector brutalmente assassinado no cumprimento do dever, os assaltantes passeiam-se, impunemente, gozando a vida, como se nada tivesse acontecido.

QUE PAÍS É ESTE? COMO É POSSÍVEL ESTE ESTADO DE COISAS?

terça-feira, abril 26, 2005

Monumento funerário dos finais de 4º milénio A.C, que deverá ter estado em uso durante mais de mil anos na Serra da Freita-Arouca Posted by Hello

ENERGIA EÓLICA

O Governo anterior abriu, em Fevereiro último, um concurso público para atribuição de 1100 MW de produção de electricidade, a partir da energia eólica. O prazo das candidaturas terminava em Maio.

Li, recentemente no Expresso, que o actual Governo anulou o referido concurso.

A não ser que haja razões de grande importância nacional, o acto revela-se lesivo para os interesses nacionais.

Portugal para cumprir com as metas definidas pelo Protocolo de Quioto (39% do consumo bruto de electricidade tem que ser proveniente de fontes renováveis), necessita de produzir, até 2010, cerca de 3.250 MW de electricidade com base na energia eólica.

Se não cumprir esse objectivo, Portugal terá que gastar cerca de 160 milhões de euros/ano na compra de direitos de emissão de dióxido de carbono (CO2), o que vai tirar competitividade às nossas empresas. Calcula-se que cada tonelada de carbono emitida para a atmosfera custe cerca de 10 euros.

Temos portanto que instalar, em Portugal, 500 MW/ano para cumprir essa meta.

Em Portugal um licenciamento para um parque eólico demora, neste momento, cerca de 5 anos a ser concretizado, dada a complicada maquina burocrática a vencer. Em Espanha, que tem neste momento 8.000 MW de energia eólica instalada (o maior parque europeu está instalado em Tarifa), demora cerca de 1 ano.

A produção eólica em Portugal, para além de permitir investir em “ energia limpa “, pode possibilitar o desenvolvimento dum nicho de mercado, incorporando tecnologia portuguesa em aerogeradores, em parcerias a estabelecer com empresas estrangeiras do sector, bem como com as Universidades e com o INETI.

Calcula-se que a instalação dos parques eólicos nacionais necessários para atingir as metas do Protocolo de Quioto equivalem, em termos de impacto económico, à construção de 5 pontes Vasco da Gama.

É urgente que o País conheça as razões que levaram o Governo a anular o concurso para as eólicas.

segunda-feira, abril 25, 2005


Gran Via em Vigo- monumento aos pescadores galegos

ENSINO DA MATEMÁTICA

A Sociedade Portuguesa de Matemática instituiu, há anos, um prémio bianual para premiar os melhores manuais de matemática do ensino secundário.

Este ano não foi atribuído o galardão, dado que nenhum manual apresentado a concurso reunia a qualidade científica e pedagógica merecedoras de realce positivo.

O mais grave disto é que, já em 2000, tinha acontecido o mesmo.

Como é possível aceitar uma coisa destas, sem barafustar?

Se os manuais não revelam qualidade científica e pedagógica, como é possível desenvolver nos alunos o gosto pela Matemática?

Como é possível ter um ensino de qualidade e de excelência se nem os manuais merecem nota positiva?

Depois admiramo-nos que no ranking internacional sobre “ literacia matemática “, numa lista de 40 Países do Mundo desenvolvido, os alunos portugueses ocupem o 30º lugar. Nesse ranking Hong Kong, Finlândia, Coreia do Sul e Japão ocupam os primeiros lugares.

Sem Matemática não há cultura científica e sem esta não há desenvolvimento económico.

Mas tudo é Matemática na nossa vida quotidiana, mesmo nas coisas mais simples – ler gráficos, interpretar tabelas, calcular percentagens, fazer escalas, ter noções de probabilidades, compreender a geometria básica, calcular juros etc.

É urgente acabar com a ideia errada de que a Matemática é um bicho papão.

quarta-feira, abril 20, 2005

VIAGENS AÉREAS

A transportadora aérea irlandesa “low cost “ RYANAIR publicou no Jornal de Noticias de hoje um anúncio de voos do Porto para Frankfurt ao preço exorbitante de 2,99 euros.

O anúncio tem , no entanto, uma particularidade.

Quem comprar a viagem com cartão de crédito tem que pagar uma taxa de 2,50 euros. O que equivale a 83,6% do custo do bilhete.

Temos que convir que isto é uma roubaaaaaaalheira!!!!!

domingo, abril 17, 2005

PORTUGAL DESEQUILIBRADO

Portugal tem crescido duma forma desequilibrada, quer em termos de ordenamento do território, quer em termos de distribuição de riqueza.

Ao olharmos para o território nacional verificamos que3/4 da população nacional ocupa 1/3 do território, numa zona que se estende de Viana do Castelo a Setúbal e numa faixa com 20 Kms para o interior. É aí que se concentram grande parte das infra-estruturas rodoviárias, ferroviárias, portuárias e aeroportuárias.

A população concentrada nesta faixa litoral é oriunda, em grande parte, do interior do País. A desertificação de muitas regiões do País conduz à morte de centenas de lugares, que passam a “fantasmas “ espalhados na paisagem rural.

A concentração de pessoas nas grandes áreas metropolitanas cria zonas de marginalidade cada vez mais crescente, como constatamos, muitas vezes, na abertura dos noticiários televisivos.

Em termos de distribuição de riqueza, verifica-se também que Portugal está desequilibrado.

Senão vejamos:
- 17 Concelhos são responsáveis por metade do poder de compra nacional. Os restantes 291 Concelhos detêm os restantes 50%.
- Lisboa tem quase o triplo do poder de compra médio português
- dos 308 Concelhos,apenas 27 registam um índice de compra acima do valor da média nacional
- a Região de Lisboa e Vale do Tejo onde se encontra 1/3 da população viu crescer o seu PIB 46%entre 1995 e 2002. A Região do Norte com a mesma população teve, no mesmo período, um crescimento de 25,6% e a Região do Centro com 17,3% da população cresceu, no mesmo período 14,3%

Temos que perguntar a quem de direito:

É possível inverter o processo de desertificação do interior?

Acreditamos que a morte de metade do País é inevitável?

Será possível que as regiões mais ricas fiquem cada vez mais ricas e as mais pobres fiquem mais pobres?

sexta-feira, abril 15, 2005

SOPA NAS ESCOLAS

De acordo com um estudo elaborado, junto da população escolar portuguesa, ao abrigo do projecto “ Pró Children – De pequenino a promover um estilo saudável “, Portugal é um dos Países europeus em que o consumo de hortícolas e fruta, por parte dos jovens de 11 e 12 anos, é dos mais elevados.

Tendo em linha de conta os menus escolares padrões, é através da sopa que os nossos jovens consomem a maior parte dos produtos hortícolas.

Sempre que possível, os bares das Escolas deveriam ter à venda, em substituição dos bolos e dos refrigerantes, fruta de produtores locais.

Deste modo dinamizava-se a economia local, com benefícios para os alunos.

Vamos lá jovens estudantes USEM E ABUSEM DA SOPA E DA FRUTA

Para nós que já estamos mais avançados na idade, habituemo-nos a comer diariamente , pelo menos um prato de sopa.

A tradição de sopas, em Portugal é grande, basta verificar a variedade de sopas, que é usual confeccionar por todo o País.

Refiro algumas das mais conhecidas :
Caldo verde sopa de feijão verde caldo de cebola
Creme de legumes creme de ervilhas sopa juliana
Creme de espargos gaspacho alentejano sopa de nabiças
Sopa de pão c/tomate sopa azeda sopa de penca

Para além destas, há outras sopas deliciosas na nossa gastronomia :
Sopa de pedra creme de camarão sopa de cozido
Sopa de cação sopa de conquilhas sopa de peixe
Caldo de carne canja de galinha açorda alentejana
Sopa de langueirão

Vamos, pois, todos a comer sopa, que faz bem à saúde.

Se precisarem de alguma destas receitas, é só pedir

quinta-feira, abril 14, 2005

JUSTIÇA PORTUGUESA

Dois juízes desentenderam-se no Tribunal Criminal do Porto, por divergirem da interpretação da constitucionalidade da norma regulamentar dos juízes de turno.

Um dos juízes devia ouvir 5 pessoas detidas pela GNR por suspeita de roubo.

No período da manhã o primeiro Juiz entendeu que quem devia ouvir os detidos devia ser o Juiz de turno.

Às 12.30 horas a Juíza de turno fez um despacho, indicando que quem devia ouvir os detidos era o 1º Juiz.

O 1º Juiz, por despacho exarado às 14.30 horas, remete a audição dos detidos para a Juíza de turno.

Às 17.30 horas a Juíza exarou novo despacho, afirmando que não entendia a posição do colega. Passada meia hora a Juíza profere novo despacho a adiar o interrogatório para o dia seguinte.

Até aqui parecia tudo certo. Acontece, porém, que a Juíza explicou que não estaria presente, já que tinha comunicado a ausência à Relação.

Explicou, entretanto, que assim os autos transitavam para o 1º Juiz “ por ser o seu substituto legal”.

O que é isto?
Como se brinca com o dinheiro dos contribuintes?

quarta-feira, abril 13, 2005

MUNDO EM NOTICIAS

Do jornal que li hoje, resolvi extrair algumas notícias, que dão uma imagem do Mundo em que vivemos:

- 15 toneladas de explosivos apreendidos pela PJ em Vila Pouca de Aguiar, dentro dum contentor
- o cliente dum bar, em Ovar, que não tinha dinheiro para pagar a despesa feita, teve uma discussão com o proprietário e no auge da troca de mimos, arrancou-lhe um dedo à dentada e engoliu-o
-já temos mais cartões VISA do que população
-droga entra em Portugal por todo o lado
- Ministro diz que não são precisos mais Magistrados
- stress potencia consumo de tabaco
- incineradora do Hospital Júlio de Matos, que queima 6,2 toneladas de lixo hospitalar, está conforme a lei
- estudo dinamarquês concluiu que os telemóveis não aumentam os riscos de tumor cerebral
- nutricionistas querem mais fruta nas Escolas
- um casal de Hong Kong processou os seus antigos vizinhos e reclama uma indemnização de 2 milhões de euros pelo facto do seu cão ter sido atacado até à morte pelos cães dos vizinhos
- D. José Policarpo acredita no regresso rápido a Lisboa
- casas florestais em Vila Pouca de Aguiar vão ser recuperadas, tornando-se em espaços de utilização intergeracional
- José Mourinho é o 1º treinador a conseguir chegar a 3 meias-finais europeias seguidas
- auto medicação é uma via não isenta de perigos
- a cada minuto morrem, em média, no Mundo, 6 pessoas com problemas associados a diabetes
- já circulam, em Bragança, 3 novos mini-autocarros eléctricos e ecológicos para operarem no Centro Histórico da cidade.

Amanhã teremos novas notícias deste Mundo. Oxalá que não tivéssemos notícias de agravamento de ódios, de violências, de intolerância, de pobreza, de doenças etc.

terça-feira, abril 12, 2005


Mar Menor ( Costa Cálida) em Espanha

PRODUTIVIDADE

Portugal caracteriza-se por ter um tecido empresarial, que regista baixa produtividade.
Embora haja empresas nacionais que apresentam índices produtivos elevados, comparáveis aos melhores da Europa, a média da produtividade portuguesa situa-se a 60% dos valores médios europeus.

É costume apontar as baixas remunerações como a causa desse estado de coisas.
Todos nós ouvimos esta frase “ Tal dinheirito, tal trabalhito “.

Este fim-de-semana dei-me a reflectir sobre um sector empresarial em que a produtividade é muito baixa, neste momento – O FUTEBOL.
Na última jornada da Superliga marcaram-se apenas 9 golos. Registaram-se 6 vitórias (1-0), 2 empates (0-0) e apenas uma vitória (2-1)

A baixa produtividade registada pelas equipas portuguesas é o espelho da sociedade portuguesa.
Acontece que, porém, no caso do futebol, o ditado popular tem que ser alterado “ Tal dinheirão, tal futebolzito “.

Muitos jogadores ganham salários chorudos (com muitos zeros à direita), mas o resultado “futebolês”, é diminuto.
As equipas portuguesas não têm ambição, praticam um futebolzinho de trazer por casa. A ambição é perder por poucos ou ganhar pela margem mínima.

Digo-o com muito desgosto que o caso mais gritante na presente época é o F.C.Porto.

O F.C.Porto recebeu 90 milhões de euros pela venda de jogadores. Com esse dinheiro devia ter reduzido o passivo da SAD e era desejável que reconstruísse uma equipa com poucas aquisições.

Mas não fez isso. Muito dinheiro faz mal e dá a volta à cabeça.

Fez aquisições sem sentido e caras (Cláudio, Leandro, Leo Lima etc.), cedeu jogadores (Maciel, Marco Ferreira e César Peixoto) e já no decorrer do campeonato vendeu Carlos Alberto (que tem talento), bem como Derlei (por pressão dos adeptos).

Neste momento, falta um central de categoria já que Costinha e Maniche são uma sombra do que eram.

No tempo de José Mourinho o F.C.Porto fazia uma média de 2,1 golos/jogo, com o treinador Victor Fernandez passou para 1,2 golos/jogo e com José Couceiro atingiu-se a excelente média de 0,7 golos/jogo.

Neste campeonato o F.C.Porto apenas marcou 31 golos. O Estoril, que está na zona de despromoção marcou 32 golos e as equipas do Rio Ave, Belenenses, Marítimo, Vitória de Setúbal e Nacional marcaram mais golos que o F.C.Porto.

Até quando tanto desnorte……………. CARAGO

quinta-feira, abril 07, 2005


Há tempos falei no meu blogue na dificuldade que se regista no Porto, muitas vezes, para materializar projectos de interesse para a cidade e para o Norte do País.

Em vez de se arranjarem soluções para os problemas, atiram-se complicações para cima.

Vem isto a propósito da Casa da Música (projecto do holandês Rem Koolhaas), que fez parte do programa do Porto 2001-Capital da Cultura e que vai ser inaugurada, no final da próxima semana, para bem da oferta cultural nortenha.

Pois esta infra-estrutura vai ser inaugurada, ao fim destes 5 anos de construção, com muitos atrasos e, pasme-se, sem que a obra esteja legalizada.

Tal deve-se ao facto de ter sido interposta uma acção popular de embargo ao início das obras, em 11 de Janeiro de 2000, por violação das normas do Plano Director Municipal.

O processo arrastou-se estes anos todos pelos Tribunais. Primeiro o Tribunal Administrativo do Porto indeferiu o pedido de embargo, mas o Supremo Tribunal Administrativo deu razão aos proponentes da acção popular, por acórdão proferido em 25 de Março de 2004.

A acção popular voltou ao Tribunal Administrativo do Porto, que vai julgar o pedido de embargo.

Faltando 9 dias para a inauguração da obra, o Tribunal vai ordenar o embargo duma obra que já está concluída?

E se o Tribunal considerar que a obra violou o Plano Director Municipal vai ordenar a sua demolição?

Não há dúvida que nós somos os inventores duma máquina especial - o COMPLICÓMETRO.

Tenham dó. A estupidez assusta.

quarta-feira, abril 06, 2005


Rocha granitica na Serra da Freita (Arouca) a 1000 metros de altitude

PUGILATO NO FUTEBOL

O futebol é um espectáculo fantástico quando bem jogado mas, em certas circunstâncias, adeptos e atletas perdem a lucidez e cometem autênticos desvarios.

Foi o que aconteceu, no passado fim-de-semana, em Inglaterra, no encontro Newcastle-Aston Villa (0-3).

Dois atletas do Newcastle envolveram-se numa cena de pugilato, pelo facto de um deles não ter passado a bola ao outro (para onde foi a fleuma britânica?).

Foram os dois expulsos pelo árbitro e a Federação inglesa, para já, puni-os com 4 e 3 jogos de suspensão, para além de ter aberto um inquérito para apurar responsabilidades.

Por sua vez o Newcastle puniu o seu atleta iniciador da cena de pugilato com 300.000 euros (6 semanas de vencimento).

Conclusão a tirar:
- Os fins não justificam os meios. O atleta agressor talvez por amor à camisola e por desespero de estar a perder, agrediu o colega, mas não podia fazer o que fez, pois ainda prejudicou mais o clube.
-A multa de 300.000 euros não lhe deve causar muito transtorno, pois o seu salário mensal é de 200.000 euros.

segunda-feira, abril 04, 2005

COMÉRCIO CHINÊS

Até há quatro anos, o mercado europeu de rochas ornamentais era liderado pela Itália, Espanha e Portugal.

A partir desse período, a China começou a importar grandes quantidades de granitos e mármores de Portugal, em bruto.

A China transforma essas rochas portuguesas e volta a exportá-las para a Europa, incluindo Portugal, a preços 30% inferiores aos praticados pelas empresas portuguesas.

As empresas nacionais transformadoras de rochas dizem que “ A China é um País sem obrigações, pois os trabalhadores chineses, para além de trabalharem muito mais horas que os europeus, não beneficiam das regalias sociais dos trabalhadores europeus e ganham, em média 100 dólares por mês”.

A China, neste momento, é o maior exportador mundial de rochas transformadas com 10 milhões de toneladas. Portugal ocupa o 5º lugar com 3 milhões de toneladas.

Portugal tem tradição e fama pela qualidade das rochas transformadas. Há mármores e granitos portugueses aplicados em grandes obras de arquitectura espalhados por quase todos os países europeus, bem como nos países do Golfo – Dubai, Qatar, Emiratos Árabes Unidos, Arábia, Iraque etc.

Neste sector como noutros (têxteis por exemplo), a China está a impor os seus produtos a preços baixos, pois contam com os apoios estatais a que acrescem salários baixos e falta de regalias sociais.

A Europa, que tem regras sociais bem definidas para com os seus trabalhadores, tem que exigir que a China altere as regras do jogo.

No caso de tal não se verificar, terá que ser encontrado um mecanismo de restrição aos produtos chineses, para impedir a asfixia e a morte da economia europeia.

Para regras desiguais, terão que ser adoptadas posturas diferentes, neste caso, restritivas às exportações chinesas.

O “ PERIGO AMARELO “ espreita.

sábado, abril 02, 2005

PORTUGAL PELA POSITIVA

Hoje, ao ler um semanário de grande tiragem, tive oportunidade de ler uma noticia que
estimulou a minha alma lusitana.
Quatro jovens portugueses uniram-se para desenvolver um requintado projecto de restauração nacional nas principais cidades do Mundo.
O primeiro restaurante que vão abrir o " TUGGA", fica situado na selecta rua londrina Kings Road. O conceituado arquitecto Câncio Martins responsabilizou-se pelo projecto de arquitectura e decoração e o criativo Miguel Castro Silva responsabilizou-se pela cozinha.
Para além duma restauração requintada o “TUGGA" vai usar e vender produtos portugueses, através de parcerias estabelecidas com empresas portuguesas – cervejas Super Bock, sumos Compal, cafés Delta, vinhos portugueses, Cutipol, Silampos, Herdade do Esporão, Portuvinus e Burmester.

Parabéns e votos de êxito.

Continuei a folhear o referido semanário e vi o anúncio de 2 páginas da empresa de mobiliário " CERNE ", que tem filiais em Madrid, Barcelona, Corunha, Oviedo, Salamanca, Santiago de Compostela, Vigo etc.
Não sei se esta empresa com tantas filiais em Espanha, tem ou não parcerias com outras empresas nacionais fabricantes de produtos complementares do mobiliário. No caso de não ter, porque não estabelecer parcerias com fabricantes nacionais de tapeçarias,
lençóis ,atoalhados, peças decorativas Vista Alegre, vidros da Marinha Grande etc. ?

No Mundo global em que vivemos actualmente, as empresas têm que ser criativas para vencer os desafios que surgem todos os dias.

Um último exemplo para reflectir sobre o Mundo competitivo em que vivemos:
Há pouco mais de um mês, foram suprimidas as quotas sobre importação de têxteis em todo o Mundo. Os produtores chineses de T-Shirts uniram-se e no último mês aumentaram as suas vendas deste produto em 1836% só nos EUA.

sexta-feira, abril 01, 2005

GRANDE DIA

Ao fim de porfiados esforços o exército norte-americano descobriu, finalmente, centenas de milhares de toneladas de armas de destruição maciça, escondidas em cavernas existentes em Tikrit, Mossul, Samarra e Bagdad.

Um poderoso consórcio europeu propôs-se elaborar o projecto, executar as obras e adquirir todo o material circulante para que o TGV, nas 4 ligações já predefinidas possa estar concluído até 2010. O custo total do TGV será pago, em prestações suaves até 2210, sem pagamento de juros.

As SAD do Benfica, Sporting e Porto apresentaram lucros fabulosos da ordem dos mil milhões de euros, devido à venda de jogadores e às transferências que a UEFA teve que fazer, devido ao comportamento espectacular das respectivas equipas nas diversas competições.

Foi descoberta uma jazida de petróleo na zona da Lourinhã, estimando-se que as reservas sejam superiores a 260 milhares de milhões de barris de petróleo

Foi implementado um projecto de vídeo vigilância estratosférico, que consegue detectar o início de fogos florestais, nos 2 minutos iniciais.

Um grupo de investigadores portugueses desenvolveu, com êxito, um projecto de carro híbrido com a potência de 180 CV, equipado a pilhas de combustível com 500 células individuais e que percorre 100 Kms com, apenas 0,5 Quilos de hidrógeneo

Hoje fui o único totalista do euro milhões

GRANDE DIA …………………1 DE ABRIL