quarta-feira, abril 06, 2005

PUGILATO NO FUTEBOL

O futebol é um espectáculo fantástico quando bem jogado mas, em certas circunstâncias, adeptos e atletas perdem a lucidez e cometem autênticos desvarios.

Foi o que aconteceu, no passado fim-de-semana, em Inglaterra, no encontro Newcastle-Aston Villa (0-3).

Dois atletas do Newcastle envolveram-se numa cena de pugilato, pelo facto de um deles não ter passado a bola ao outro (para onde foi a fleuma britânica?).

Foram os dois expulsos pelo árbitro e a Federação inglesa, para já, puni-os com 4 e 3 jogos de suspensão, para além de ter aberto um inquérito para apurar responsabilidades.

Por sua vez o Newcastle puniu o seu atleta iniciador da cena de pugilato com 300.000 euros (6 semanas de vencimento).

Conclusão a tirar:
- Os fins não justificam os meios. O atleta agressor talvez por amor à camisola e por desespero de estar a perder, agrediu o colega, mas não podia fazer o que fez, pois ainda prejudicou mais o clube.
-A multa de 300.000 euros não lhe deve causar muito transtorno, pois o seu salário mensal é de 200.000 euros.