sexta-feira, abril 15, 2005

SOPA NAS ESCOLAS

De acordo com um estudo elaborado, junto da população escolar portuguesa, ao abrigo do projecto “ Pró Children – De pequenino a promover um estilo saudável “, Portugal é um dos Países europeus em que o consumo de hortícolas e fruta, por parte dos jovens de 11 e 12 anos, é dos mais elevados.

Tendo em linha de conta os menus escolares padrões, é através da sopa que os nossos jovens consomem a maior parte dos produtos hortícolas.

Sempre que possível, os bares das Escolas deveriam ter à venda, em substituição dos bolos e dos refrigerantes, fruta de produtores locais.

Deste modo dinamizava-se a economia local, com benefícios para os alunos.

Vamos lá jovens estudantes USEM E ABUSEM DA SOPA E DA FRUTA

Para nós que já estamos mais avançados na idade, habituemo-nos a comer diariamente , pelo menos um prato de sopa.

A tradição de sopas, em Portugal é grande, basta verificar a variedade de sopas, que é usual confeccionar por todo o País.

Refiro algumas das mais conhecidas :
Caldo verde sopa de feijão verde caldo de cebola
Creme de legumes creme de ervilhas sopa juliana
Creme de espargos gaspacho alentejano sopa de nabiças
Sopa de pão c/tomate sopa azeda sopa de penca

Para além destas, há outras sopas deliciosas na nossa gastronomia :
Sopa de pedra creme de camarão sopa de cozido
Sopa de cação sopa de conquilhas sopa de peixe
Caldo de carne canja de galinha açorda alentejana
Sopa de langueirão

Vamos, pois, todos a comer sopa, que faz bem à saúde.

Se precisarem de alguma destas receitas, é só pedir