segunda-feira, maio 02, 2005

VANDALISMO

As sociedades de consumo têm duas contradições - geram luxo e geram lixo.

Para além de fazer menos lixo, é importante reaproveitar parte dele.

Há cidades que têm adoptado soluções criativas para este problema. Por exemplo Curitiba (Brasil) trocam-se sacos de lixo por senhas para aquisição de géneros alimentares ou por bilhetes nos transportes públicos.

Na Califórnia criou-se uma espécie de Totoloto Ecológico. Escolhe-se uma família ao acaso e vai-se examinar o recipiente do lixo, de surpresa. A família ganha um bom prémio se tiver feito a separação selectiva. Caso contrário, o dinheiro acumula para a semana seguinte - JACKPOT.

O Japão é o País do Mundo que dispõe do melhor sistema de gestão de resíduos do Mundo. Nalgumas cidades chega-se a separar o lixo em 32 categorias diferentes.

Reciclar o mais possível do lixo produzido, deve ser um dos objectivos para todos nós.

Por cada garrafa reciclada é possível poupar energia na produção duma nova, suficiente para um aparelho de TV funcionar durante 1 ½ hora ou manter acesa uma lâmpada de 100 W durante 4 horas.

Hoje de manhã, quando regressava a casa, depois de ter tomado o meu café, fiquei revoltado com a destruição dum contentor de garrafas, existente junto à Igreja de Urrô.

A foto que incluo revela a falta de civismo de alguns energúmenos existentes no nosso País. EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA, PRECISA-SE