sexta-feira, junho 24, 2005

RAÇA AROUQUESA


Foi a Terra de Arouca que deu o nome a esta raça bovina que, outrora, ocupava a região que vai do Marão às margens do Zézere

É de corpulência meã, com cascos rijos para poder deslocar-se, facilmente, no terreno pedregoso da Serra.

É rústica, mas sociável. Vemo-la a pastar por entre rebanhos de ovinos e de caprinos.

Alimenta-se em pastoreio directo, quase diário. Sai dos currais de manhã, só ou em grupo, vai andando pela Serra, comendo carqueja, tojos, urzes, gramíneas e algumas leguminosas que apareçam.

É pouco exigente tanto na comida, como na dormida. Raramente come rações (só quando não puder sair para a Serra devido à neve)

É uma raça de trabalho - acarreta os estrumes, a lenha, a madeira e lavra as terras.

É uma raça manteigueira - a produção de leite ronda os 1.200 litros (metade das raças turinas ) em lactações de 300 dias, mas o teor butiroso médio é superior a 5%.

A raça arouquesa produz carne de excelente qualidade.

Há alguns restaurantes, em Arouca, especializados em servir pratos com base em carne arouquesa. Sobretudo ao fim de semana, deslocam-se a Arouca centenas de pessoas para se deliciarem com a gastronomia da " carne arouquesa " - vitela assada no forno, posta e costeletão.

CARNE AROUQUESA = SÍMBOLO DE QUALIDADE