segunda-feira, julho 04, 2005

LIVE 8

Em 10 palcos mundiais ocorreram, neste último sábado, 150 concertos, que foram vistos por 85% da população mundial.

Os artistas e os oradores convidados para fazerem intervenções, procuraram alertar o Mundo para o que se passa no continente mártir de África, no domínio da pobreza e da fome.

Apesar de África deter 50% da produção mundial de diamantes, 50% da produção mundial de ouro e 10% da produção mundial de petróleo, neste continente registam-se casos dramáticos:
- 320 milhões de africanos vivem com menos de 1 dólar/dia
-2/3 dos seropositivos mundiais vivem em África
-3/4 das mulheres africanas estão infectadas com o vírus do HIV

Há um aspecto que a mim me choca. Como é que Angola que tem riquezas incríveis apresenta um “rendimento per capita” de 1180 euros e Cabo Verde com um clima hostil e sem recursos mineiros consegue ter um “rendimento per capita” de 4760 euros?

Os países integrantes do G8 vão reunir-se esta semana na Escócia para estudarem a possibilidade de ser perdoada a dívida externa de 18 Países, 14 dos quais são africanos.

Os Países do G8, no entanto, não vão perdoar dívida nenhuma. Vão dar uma imagem caridosa e complacente a favor de África, mas quem tem que suportar esse encargo são o Banco Mundial, o FMI e o Banco Africano para o Desenvolvimento.

Depois os membros do FMI vão ter que se quotizar para fazer face a este perdão de 33 mil milhões de euros.

Não sei se agora vai acontecer a mesma coisa que ocorreu em 1997. Nessa altura os Países do então G7 prometeram perdoar 100 mil milhões de euros aos Países mais endividados. Passados 8 anos sobre essa decisão, tinham sido perdoados apenas 30 mil milhões.

Em 1997 esses Países do G7 deram uma de caridade, com os resultados que referi anteriormente

Infelizmente, os Países do G8 que produzem mais de 80% do armamento mundial, depois do perdão da dívida, vão fornecer quantidades fabulosas de armamento a esses Países, para que os africanos se matem uns aos outros.

A máquina da guerra tem que ser alimentada.

O LIVE 8 é um sinal de que o Mundo está desperto para o flagelo africano. No entanto, enquanto não for combatida a corrupção de muitos governantes e enquanto houver ódios raciais, África vai continuar abandonada à sua sorte madrasta.

Infelizmente vamos continuar a assistir a que “ EM ÁFRICA POUCOS TÊM MILHÕES E MILHÕES TÊM POUCO “