terça-feira, março 14, 2006

Filme sobre o holocausto

Foi com espanto e perplexidade que li uma notícia publicada num jornal diário de hoje.

Dava-se conhecimento de que o realizador suíço Dani Levy estava a rodar, em Berlim, uma “COMÉDIA “ sobre a vida de Adolf Hitler, parodiando a relação entre os nazis e os judeus

Como é possível e admissível parodiar com uma situação que representou a morte horrorosa de cerca de 6 milhões de pessoas.e que foi uma das maiores tragédias da humanidade.

Os primeiros prisioneiros foram fuzilados, mas diziam os nazis que “ o sangue era desagradável e deixava rastos “ Rudolf Hoess optou por “ uma forma limpa”, para proceder ao extermínio.

Os prisioneiros eram seleccionados. Os homens e as mulheres que podiam trabalhar eram poupados. Os outros eram convidados a tomar um duche, sendo aconselhados a não se esquecerem onde deixavam as roupas.

Dos chuveiros saía apenas o gás mortal Zyklon B. Foram feitas experiências para se economizar no gás. Chegou-se à quantidade de 7 quilos para eliminar 2.000 pessoas em 20 minutos.

Há quem diga que “ depois de Auschwitz não é possível escrever poesia “

QUANTO MAIS FAZER UM FILME CÓMICO? Pergunto eu.

2 Comments:

Blogger contradicoes said...

Caro amigo Duarte dos suiços também tudo se pode esperar. Desde um chocolate ou relógio adulterado a um disparate destes ofendendo a moral dos milhares de judeus que pereceram sob as ordens do Hitler. Nunca se sabe das
afinidades do realizador com Hitler

10:04 da tarde  
Blogger Armando S. Sousa said...

Cabe a cada um de nós preservar a "Memória de Auschwitz" e nunca, mas nunca pensar, que os netos da Gestapo e das SS, não andam por aí.
Um abraço.

1:55 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home